26 de jul de 2007

PARA ADOÇAR

AÇÚCAR REFINADO (SACAROSE): Apresenta alto valor calórico e é pobre em nutrientes. Estudos indicam que o açúcar refinado é descalcificante, desmineralizante, facilita a formação de cáries dentárias, aumento de peso, entre outros. É produzido comercialmente a partir da cana de açúcar ou da beterraba.

AÇÚCAR MASCAVO: é o açúcar da cana, que não passa pelo refino e processo de industrialização. Embora apresente nutrientes como o ferro e vitaminas, é rico em sacarose. Não é indicado para diabéticos e pessoas que realizam dietas de redução de peso.

CICLAMATO DE SÓDIO: adoçante artificial que adoça 35 vezes mais que o açúcar refinado. Não tem influência na taxa de glicose sanguínea e é isento de calorias. Geralmente está associado à sacarina nos adoçantes. Pode ser utilizado por diabéticos e pelos indivíduos que realizam dietas de emagrecimento.

SACARINA: Não apresenta calorias e não é metabolizada pelo organismo. Adoça 350 vezes mais que a sacarose.

ASPARTAME: é 200 vezes mais doce que a sacarose. Apresenta valor calórico insignificante. Em altas temperaturas, perde a capacidade de adoçar. É contra indicado para portadores de fenilcetonúria.

SUCRALOSE: não apresenta valor calórico e não é metabolizado pelo organismo. Adoça cerca de 600 vezes mais que a sacarose.

STÉVIA: adoçante natural extraído da Stevia rebaudiana. Não apresenta valor calórico e não provoca cáries. Pode ser utilizado por crianças, adultos, idosos e gestantes, sempre de acordo com orientação especializada. Geralmente vem misturado com outros adoçantes, como por exemplo, a sacarina.

FRUTOSE: extraído das frutas doces e do mel de abelhas. Apresenta poucas calorias e não provoca cáries. Embora seja metabolizado no fígado e não necessite da insulina, diabéticos só devem utilizar a frutose sob orientação de nutricionista ou médico.

MEL: adoça duas vezes mais que o açúcar. Rico em glicose e frutose, é contra-indicado aos diabéticos.

SORBITOL, MANITOL E XYLITOL: muito usados pela indústria na elaboração de produtos dietéticos, principalmente gomas de mascar. São absorvidos lentamente, pouco influenciando nos níveis glicêmicos.

ACESULFAME – K: 200 vezes mais doce que o açúcar, não deixa sabor amargo ou metálico na boca e não apresenta valor calórico.

MALTODEXTRINA: proveniente do amido de milho. É muito utilizada por praticantes de exercícios físicos, por ser metabolizada de forma lenta e constante.
-
-
GESTANTES, CRIANÇAS, IDOSOS, INDIVÍDUOS DIABÉTICOS, PESSOAS COM PATOLOGIAS E/OU QUE REALIZAM DIETAS DE REDUÇÃO DE PESO DEVEM UTILIZAR OS PRODUTOS CITADOS ACIMA SOB ORIENTAÇÃO ESPECIALIZADA.

18 de jul de 2007

NUTRIENTES E ESTÉTICA

VITAMINA A
De ação antioxidante, retarda envelhecimento, restaura e constrói novos tecidos, auxilia no controle da oleosidade excessiva da pele (acne) e do couro cabeludo, melhora a elasticidade dos fios de cabelos.
A vitamina "A" quando em excesso intoxica o fígado, não devendo ser ingerida através de cápsulas sem indicação e orientação especializada.
Fontes: frutas e vegetais de coloração amarelada, gema de ovo, leite e iogurte desnatados.

VITAMINA C
Com poderosa ação antioxidante, retarda envelhecimento, proteje a pele da ação de raios ultravioletas, tem participação na formação e manutenção das fibras musculares e colágeno. A vitamina "C" tem ainda ação antiinflamatória e colabora no processo de cicatrização.
É encontrada em frutas cítricas, vegetais de coloração verde-escura.

VITAMINA E
Outro poderoso antioxidante, previne o envelhecimento das células, melhora a microcirculação do couro cabeludo e protege a ação da vitamina C.
Fontes: gérmen de trigo, nozes, castanhas, óleos vegetais, abacate, cereais integrais amêndoas, sementes de girassol.

VITAMINA B6
Tem papel de destaque no metabolismo dos aminoácidos (estruturas protéicas, componentes da pele, cabelo e músculos). Participa na manutenção do balanço hidroeletrolítico (sódio e potássio) e ajuda na manutenção do equilíbrio hormonal, prevenindo a retenção de líquidos.
Fontes: Levedo de cerveja, nozes, gérmen de trigo, vegetais folhosos, grãos integrais, soja, ervilha, melão, cenoura.

VITAMINA B12
Essencial para o correto funcionamento de todas as células do organismo, principalmente as do trato gastrointestinal, medula óssea e tecido nervoso. Tem participação no metabolismo de gorduras, proteínas e carboidratos.
Todos os produtos de origem animal são ricos em vitamina B12.

SELÊNIO
Antioxidante, atua em sinergismo com a vitamina E no combate aos radicais livres e ao envelhecimento celular. Também auxilia na firmeza de tecidos.
Tem com fontes principais: aipo, alho, cebola, atum, brócolis, pepino, repolho, fígado, frango, frutos do mar, gema de ovo, leite, cereais integrais (arroz, trigo, aveia, cevada) e especialmente a castanha-do-pará.

MAGNÉSIO
Vital para a renovação celular, auxilia no crescimento dos cabelos e na vitalidade da pele. Também facilita o processo de digestão, principalmente das gorduras.
Fontes: brócolis, alcachofra, leguminosas (feijão, ervilha, soja).

ZINCO
Útil na ação metabólica de enzimas, exerce função fundamental para crescimento celular, cicatrização, paladar e apetite. É fundamental na síntese proteica, fortalece sistema imunológico, tem ação antiinflamatórioa e aumenta a ação de enzimas que combatem os radicais livres.
As principais fontes de zinco são carne bovina, peixes, frango, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes, algas, ostras, leite, iogurte, levedo de cerveja, sementes de abóbora e girassol.

FERRO
É um elemento que compõe a hemoglobina, proteína responsável pelo transporte de oxigênio e gás carbônico no sangue. Ajuda no combate a celulite, por favorecer a oxigenação do sangue.
Suas principais fontes são carnes, vísceras, gema de ovo, leguminosas (feijão, lentilha, soja, grão-de-bico) e vegetais verdes escuros.

ENXOFRE
Protege contra reações inflamatórias da pele, auxiliando no combate a acne. Também é essencial para a formação de queratina (proteína que estrutura a pele e cabelos).
Fontes: ovos, peixes, carnes, repolho, pimentão, cebola, couve-de-bruxelas e raiz forte.

POTÁSSIO
Auxilia na manutenção do equilíbrio de líquidos dentro e fora das células do organismo, merecendo destaque na hidratação. É importante para praticantes de exercícios e clientes que realizam procedimentos para flacidez, por atuar na contração muscular.
As fontes desse mineral são o abacate, banana, frutas cítricas e secas, grãos integrais, semente de girassol e quase todos os vegetais.

FÓSFORO E CÁLCIO
A associação dos dois minerais equilibra o Ph e mantém a estrutura das membranas celulares. Contribui para cabelos fortes e pele limpa.
O equilíbrio entre os dois é fundamental, pois o excesso de fósforo prejudica o metabolismo do cálcio. O ferro também prejudica a biodisponibilidade do cálcio.
Fontes de cálcio: laticínios, vegetais verdes escuros (também ricos em ferro), gergelim.
Fontes de fósforo: todos os tipos de carnes, ovos, laticínios, leguminosas (feijões, ervilhas, lentilhas, soja), grãos integrais e nozes.

IODO
Faz parte da estrutura química dos hormônios tireoidianos, que aceleram as reações celulares em praticamente todos os órgãos e tecidos. A ingestão adequada colabora na redução de peso e gordura localizada.
Suas principais fontes são os peixes marinhos (todos) e frutos do mar, além do sal que é iodado.

ÔMEGA 3
Melhora a circulação, auxilia no combate às reações inflamatórias e protege os vasos sanguíneos.
Fontes: salmão, bacalhau, sardinha, atum, semente de linhaça.

POLIFENÓIS
Protegem os vasos sanguíneos e auxiliam no combate a celulite.
Fontes: semente e suco de uva, ameixa.

11 de jul de 2007

COMER CENOURA TEM SUAS VANTAGENS

De sabor agradável, com safra de julho a janeiro, a cenoura é um excelente alimento e não deve faltar na dieta dos que desejam saúde e qualidade de vida.
Entre seus benefícios, destaca-se a alta quantidade de nutrientes, fibras e seu baixo valor calórico.
Fonte de beta-caroteno (precursor da vitamina A), a cenoura tem papel na prevenção da cegueira noturna (dificuldade dos olhos de se adaptarem à luz fraca ou noturna), colabora com a manutenção da integridade da pele, unhas, cabelos e membranas mucosas.
Apresenta altas taxas de potássio e fibras. Estas últimas são imprescindíveis para a boa função intestinal e auxiliam ainda na redução dos níveis sanguíneos de colesterol e na prevenção de determinados tipos de câncer.
Em sua composição destacam-se ainda sais minerais como fósforo, cloro, cálcio e sódio, além de vitaminas do complexo B.
Ao contrário do que se comenta, a cenoura é uma ótima aliada para os que realizam dietas de redução de peso. Apresenta poucas calorias (100 g = 34 kcal) e sua alta taxa de fibras favorece a sensação de saciedade.
Outras vantagens são a durabilidade e a forma de preparo, que pode ser bastante variada.

6 de jul de 2007

PARA QUEM DESEJA PREVENIR A FLACIDEZ

Embora a maioria das pessoas que procuram o tratamento estético tenha o objetivo de perder peso e medidas, é fundamental a preocupação com a flacidez. O resultado final do tratamento deve envolver não apenas a redução, mas a melhora ou aumento do tônus muscular, visando proporcionar um conjunto estético harmonioso.
A flacidez é provocada pela perda de elementos do tecido conjuntivo como fibroblastos, elastina e colágeno. Esta perda faz com que a rede de elementos se torne menos densa, tirando a firmeza entre as células.
As causas podem ser herança genética, falta de exercícios, alimentação inadequada, emagrecimento acelerado e até má postura.
Estrias também apresentam relação com a flacidez. Diferente de outros problemas como celulite e obesidade, as estrias não estão diretamente ligadas à gordura localizada. Elas se manifestam em pessoas de todas as idades e portes físicos.
É comum ocorrer em um mesmo indivíduo a flacidez muscular (resultante da menor tonicidade do músculo) junto à tissular (resultado do rompimento das fibras de colágeno, por exemplo).
Por mais modernos que sejam os procedimentos na área estética, fisiologicamente é impossível a obtenção de resultados eficientes sem a adequação alimentar. O tecido necessita de proteína para responder ao estímulo do aparelho/ou procedimento. Da mesma forma, a reação química para formar colágeno envolve a combinação de proteína, água e vitamina C, além de outros nutrientes.
Alimentos ricos em proteínas de alto valor nutricional devem ser valorizados. A combinação alimentar é imprescindível na prevenção e/ou tratamento da flacidez.
São alimentos ricos em proteínas de alto valor biológico: carnes, ovos, leite e derivados e a soja.
Recomenda-se a escolha pelas carnes magras, leite desnatado e queijos brancos.

1 de jul de 2007

CELULITE: PREVENÇÃO É O MELHOR REMÉDIO

A celulite (lipodistrofia ginóide) é atualmente considerada uma doença e não uma simples deformação estética.
Manifesta-se no tecido conjuntivo localizado embaixo da pele, devido à soma de várias alterações que são acionadas por fatores como herança genética, sedentarismo, problemas circulatórios, alimentação inadequada, cigarro, álcool e desequilíbrio hormonal. Estes fatores determinam modificações, como a compressão dos vasos locais e a projeção do tecido gorduroso, o que ocasiona as conhecidas ondulações.
As manifestações da celulite são de acordo com o estágio em que a mesma se encontra.
Alguns procedimentos no campo da Medicina Estética têm sido utilizados com resultados muito positivos no combate a celulite. A drenagem linfática, por exemplo, é indicada seja qual for a intensidade do problema. São também utilizados a endermologia (estimula dissolução de nódulos e eliminação de gordura), intradermoterapia, laser e outros.
Pela dieta, inicialmente devem ser corrigidos os hábitos alimentares básicos. Evitar gorduras, frituras, massas e doces, açúcar refinado, sal, produtos industrializados, refrigerantes, alimentos com cafeína (chá preto, mate, café, chocolates) e bebidas alcoólicas.
Recomenda-se aumentar a ingestão hídrica, além do consumo de leite e derivados desnatados, grãos e cereais integrais, frutas, verduras e legumes, além de gorduras de "boa" qualidade, como azeite extra virgem.
O consumo de bioflavonóides, exerce forte impacto na circulação, melhorando inclusive processos inflamatórios. A saponina (soja) e a rutina (cebola) são bons exemplos. É necessário também o aumento de alimentos fontes de vitaminas E, C, B12, B6 e ácido fólico, além de potássio, cálcio e magnésio.
A ingestão de silício, também é positiva, pois o mesmo é um elemento estrutural do tecido conjuntivo, regulador e normalizador do metabolismo e da divisão celular. Suas maiores fontes são os cereais integrais e concentrados de fibras. Destaca-se a aveia em farelo como uma grande fonte do mesmo.
Ainda que se corrija a alimentação, é fundamental a prática de atividade física regular, com orientação de profissionais especializados.