9 de ago. de 2007

ÓLEO DE CANOLA E SUAS VANTAGENS

Estudos têm confirmado tendências desfavoráveis no consumo alimentar do brasileiro. Associado ao stress e sedentarismo, os hábitos alimentares inadequados são responsáveis por um aumento significativo das doenças crônico-degenerativas como câncer, hipertensão, diabetes, obesidade e principalmente doenças cardiovasculares.
Alguns alimentos merecem destaque na comunidade científica devido aos grandes benefícios que conferem à saúde da população.
O óleo de canola vem sendo investigado por suas características benéficas. Por ser rico em gorduras monoinsaturadas, colabora com a redução da pressão arterial e previne doenças do coração, aumentando o HDL (“bom” colesterol) e reduzindo o LDL, conhecido como “mau” colesterol.
Em sua composição há menor teor de gordura saturada (cerca de 7% contra 12% no de girassol), além de teor elevado (11%) de ácido graxo ômega 3, responsável pelos benefícios citados acima. Há ainda uma boa oferta de vitamina E, poderoso antioxidante, que entre outros benefícios, inativa os radicais livres, protegendo o organismo contra as enfermidades coronárias.

Algumas recomendações são importantes:

- Embora saudável, o óleo de canola é calórico, devendo ser utilizado com bastante moderação para não influenciar no aumento do peso.

- Após utilizado, o óleo deve ser sempre desprezado, uma vez que com o aquecimento o mesmo sofre oxidação, aumentando a formação de gorduras “trans”.

Um comentário:

Cristiane disse...

Alina eu gostaria de saber das propriedades do oleo de soja, sempre se recomenda os oleos de milho, canola, algodão... e eu na minha santa ignorancia fico sem entender porque, na minha visão todos são oleos vegetais eu ainda não me convenci que posso pagar mais por outro oleo que não seja o de soja, me dá uma ajudazinha aí, estou agindo errado? :o)